Assinala-se hoje o dia internacional para a eliminação total das armas nucleares.

A Associação de Amizade Portugal Cuba, organização defensora da Paz e solidaria com todos os Povos que lutam pela independência e soberania não podia deixar de se regozijar pela aprovação no passado dia 20 de Setembro nas Nações Unidas do Tratado sobre a proibição das Armas Nucleares.

Cuba foi um dos subscritores desta iniciativa e como tem sido demonstrado ao longo dos anos reafirma-se como um Estado sempre na primeira linha na luta pela paz.

A Humanidade não pode esquecer os horrores dos fatídicos dias 6 e 9 de Agosto de 1945 em que o Holocausto de Hiroxima e Nagasaqui se abateu sobre o Povo daquelas cidades.

A corrida armamentista que se verifica em todo o mundo, sempre em crescendo e com premanentes ameaças, como as proferidas por Donald Trump de que arrasaria a Coreia do Norte, invasões perpretadas pelo Imperialismo Norte Americano e a Nato a estados independentes, infringindo o Direito Internacional a coberto do silêncio comprometedor e cumplice de Governos, como o de Portugual, não facilitam de forma alguma a luta que se impõe pela paz e de que o Tratado agora aprovado nas Nações Unidas é exemplo cabal da vontade inequivoca dos Povos em irradicar o armamento nuclear.

A guerra não serve a nenhum Povo e por isso ganham expressão mundial ações importantes da denúncia dos senhores da guerra e se tornam globais os apelos à Luta incessante pela Paz e pela eliminanção total de todas as armas nucleares.

A Paz tem de vencar,

A Paz vencerá!

26/9/2017